Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Notícia Opinião e Política

11/04/2019 13:57 h

Mãe e filha de 3 meses são expulsas de restaurante durante temporal no Rio

Mãe e filha de 3 meses são expulsas de restaurante durante temporal no Rio

A psicóloga Flavia Lopes Pinheiro, 32 anos, e sua filha de três meses foram expulsas de um restaurante no Jardim Botânico, durante a forte chuva que atingiu o Rio de Janeiro na segunda-feira (8).

Flavia compartilhou o episódio pelas redes sociais e contou que apesar de estar “sem acreditar na falta de solidariedade de alguns”, diante a situação de risco, a situação acabou tendo um final cheio de sororidade. Foi graças a um grupo de mães no WhatsApp, o Sementeira, que ela e a filha conseguiram um abrigo.

As duas estavam no restaurante quando a forte chuva começou, mas de acordo com o relato feito ao UOL, os funcionários começaram a pressionar para fechar a conta, pois o restaurante iria fechar uma hora antes do horário regular de funcionamento.

Naquela noite, o bairro registrou 334,4 mm de chuva – a segunda região com maior índice na cidade, segundo dados do Alerta Rio, do Centro de Operação da Prefeitura do Rio de Janeiro. Até esta quinta-feira (11), dez pessoas morreram vítimas do temporal.

LEIA TAMBÉM

URGENTE-Delegado tranquiliza população sobre possível ataque de aluno a escola Santa Ana em Alvorada 

URGENTE: Chuva causa alagamentos em Alta Floresta em Rondônia - FOTOS E VIDEO 

No grupo de WhatsApp, ela contou o que estava acontecendo e a situação gerou uma corrente de ajuda. A blogueira Manoela César entrou em contato com a estilista Carol Hungria, que tem um ateliê próximo ao restaurante, e enviou uma assistente para resgatar as duas. Elas voltaram para a casa depois que o marido de Flávia conseguiu buscar mãe e filha, por volta das 3 horas.

Em entrevista ao UOL, Flávia afirmou ter se sentido desamparada. “(Foi) uma situação muito desagradável, a gente não tinha acolhida em um momento bem horrível que estava o Rio de Janeiro, de um temporal”, disse.

No Instagram, o grupo Sementeira lançou uma campanha: “Ninguém solta a mãe de ninguém”. A corrente de solidariedade vai tentar alertar sobre situações que mães, pais e familiares sofrem com bebês e crianças em estabelecimentos comerciais.



Fonte: Yahoo! Brasil


  • Mãe e filha de 3 meses são expulsas de restaurante durante temporal no Rio






www.jornalcorreiodovale.com.br