Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Saúde

08/05/2019 12:35 h

Homem estala o pescoço e provoca derrame ao romper artéria

Homem estala o pescoço e provoca derrame ao romper artéria

Um homem foi parar no hospital depois de uma resposta anormal que seu corpo deu a um alongamento mal sucedido. O americano Josh Hader, de 28 anos, estalou o pescoço e provocou um derrame nele mesmo ao romper uma artéria no dia 14 de março.

Segundo contou ao jornal The Washington Post, Josh estava trabalhando em sua casa em Guthrie, Oklahoma, quando sentiu uma dor familiar em seu pescoço e tentou aliviá-lo. No entanto, ao fazer um alongamento e na sequência estalar o membro, ele quase provocou sua própria morte. “Eu fui esticá-lo e quando eu estava usando minha mão para aplicar um pouco mais de pressão do que deveria, ouvi um estalo“.

Músculos dormentes

Quase que imediatamente, após o estalo, seu lado esquerdo começou a ficar dormente. Mas, ainda assim, ele pensou que apenas tivesse ‘beliscado’ um nervo. Porém, quando se dirigiu foi buscar um pacote de gelo para fazer compressa percebeu que algo estava muito errado. “Eu literalmente não conseguia andar em linha reta. Estava quase andando direto para a esquerda”, lembrou.

Menos de uma hora depois, Josh foi parar na emergência do hospital. Lá, os médicos lhe disseram que ele estava sofrendo um “grande derrame” que ele mesmo provocou, pois ao estalar o pescoço havia rompido uma artéria e causado um coágulo. “Ele poderia ter morrido”, disse Vance McCollom, médico do Mercy Hospital em Oklahoma City, à TV KOCO. O médico ainda explicou que Josh rasgou sua artéria vertebral, uma das principais artérias do pescoço que sobe para o cérebro.

Raro, mas não inédito

Já neurologista Kazuma Nakagawa, diretor médico do Comprehensive Stroke Center no Queen’s Medical Center em Honolulu, ao falar sobre o caso com o jornal The Post, afirmou que embora seja raro, não é algo inédito. “As pessoas precisam saber que a dor no pescoço súbita pode potencialmente ser o ponto de partida de um acidente vascular cerebral“, disse Nakagawa.

De acordo com Nakagawa, a situação poderia ter sido muito pior e Josh teve sorte. “Eles são realmente muito mortais”, disse Nakagawa sobre o tipo de derrame que o paciente experimentou. Se um rasgo na artéria vertebral impacta a artéria basilar, Nakagawa disse que o derrame pode ser fatal, causar coma ou deixar uma pessoa em estado vegetativo permanente.

Em 2016, a modelo Katie May, de 34 anos, morreu de derrame após ir ao um quiroprático, informou a CBS News. Posteriormente, uma autópsia descobriu que a artéria vertebral de Katie rasgou como resultado de uma “manipulação do pescoço”, de acordo com o HuffPost.

Recuperação

Embora Josh não tenha perdido nenhuma habilidade cognitiva ou de fala, ele ainda tem problemas de equilíbrio, dificuldade em controlar seu braço esquerdo e falta de sensibilidade em seu braço e perna direitos, entre outros sintomas persistentes.


Fonte: R7


  • Homem estala o pescoço e provoca derrame ao romper artéria






www.jornalcorreiodovale.com.br