Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Internacional

18/08/2019 08:04 h

Estado Islâmico reivindica ataque que matou 63 e feriu 182 em casamento no Afeganistão

Estado Islâmico reivindica ataque que matou 63 e feriu 182 em casamento no Afeganistão

Estado Islâmico (EI) reivindicou, neste domingo (18), a autoria do atentado suicida que matou 63 pessoas e deixou outras 182 feridas em uma festa de casamento em Cabul, no Afeganistão, na noite deste sábado (17).

Em comunicado divulgado pela rede social Telegram, cuja veracidade não pôde ser comprovada independentemente, o EI explicou que o ataque foi feito por um suicida, identificado como Abu Asem al Pakistani, que detonou os explosivos que carregava em seu cinturão.

Depois do primeiro ataque, uma segunda explosão teria acontecido, desta vez de um carro bomba. “Quando as forças de segurança chegaram ao local, os mujahidines [combatentes] detonaram um carro-bomba estacionado”, afirmou o grupo extremista no comunicado.

*Com informações da Agência EFE


Fonte: JovemPan


  • Estado Islâmico reivindica ataque que matou 63 e feriu 182 em casamento no Afeganistão






www.jornalcorreiodovale.com.br