Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Religião

14/03/2019 09:09 h

China promete recompensas para quem denunciar cristãos

China promete recompensas para quem denunciar cristãos

Um grupo de crentes de uma região rural da China está acusando o Partido Comunista Chinês (PCC) de oferecer recompensas para quem denunciar um vizinho ou familiar cristão.

Nos documentos obtidos pela revista Bitter Winter, segundo relata o ministério Open Doors, há informações de um subdistrito na cidade de Nanyang, na província chinesa de Henan, que oferece de 200 a 1.000 RMB (cerca de US$ 30 a US$ 150) para quem descobrir e informar uma igreja domiciliar.

Denunciar alguém por fazer ou espalhar imagens ganha uma recompensa de US$ 75 a US$ 300. E se o relatório tiver um impacto significativo, a recompensa será de US$ 750 a US$ 1.500.

Através de caixas de relatórios, linhas telefônicas e sites, as autoridades chinesas estão divulgando a campanha e incentivando que a população para que denunciem quem estiver participando de cultos domiciliares.

“As autoridades estão empreendendo uma repressão contra a crença religiosa”, disse o aldeão, e “as pessoas da aldeia estão proibidas de acreditar em Deus”, denuncia o homem.

A revista Bitter relatou que um crente local disse que ao estabelecer caixas de mensagem, as autoridades restringiram eventos religiosos, encontros e evangelismo, e “colocaram os crentes em risco de serem presos a qualquer momento”.


Fonte: Gospel Prime


  • China promete recompensas para quem denunciar cristãos






www.jornalcorreiodovale.com.br