Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Policial

18/04/2017 16:19 h

Polícia Militar e Civil de Ji-Paraná e Médici prende todos os criminosos que mataram jovem

Polícia Militar e Civil de Ji-Paraná e Médici prende todos os criminosos que mataram jovem

Após quase 48 horas de cerco ininterrupto, a Força Tarefa composta por Policiais Militares e Policiais Civis de Ji-Paraná e Presidente Médici, com apoio de policiais de folga, conseguiram capturar a quadrilha que mataram o jovem Dheimisson Moura Gois, durante um assalto na zona rural de Presidente Médici, na noite do último sábado, dia 15.

A primeira prisão aconteceu ainda na noite de sábado, minutos após o crime. Irani Ribeiro Juventino foi presa logo após se deparar com uma Guarnição da PM, enquanto fugia para Ji-Paraná.

Desde o crime, os policiais percorreram toda a área próxima ao local do crime, chegando a encontrar vestígios de sangue deixada pelos marginais. Porém, as pegadas encerraram em uma área alagada.

Já por volta das 08h00, desta segunda-feira, dia 17, uma equipe de Policiais Militares do Núcleo de Inteligência e Policiais Civis do Sevic de Ji-Paraná e Presidente Médici, conseguiram prender o ex-presídiário Uanderson Arcanjo da Silva, que saiu da cadeia há 10 dias. Ele estava caminhando pela BR 364 e foi abordado próximo ao posto Perfil.

Segundo Uanderson, foi convidado para participar do roubo apenas para levar os produtos roubados de carro até ao esconderijo. Ao avistar a viatura, ele pediu para sua amásia diminuir a velocidade para pular do carro. Ele também falou que ficou escondido desde a noite de sábado no mato, na beira da BR.

De posse de algumas informações, os Policiais da Força Tarefa chegaram até ao esconderijo dos dois últimos suspeitos. Eles foram presos preparando uma nova fuga para o Estado do Mato Grosso.

Flaviano Rodrigues de Souza e Sidnei de Oliveira Souza, ambos já foram presos por Roubo, não resistiram a prisão e detalharam como o crime aconteceu.

MATARAM PARA ROUBAR 

Segundo Flaviano, o grupo já estava saindo da casa quando o jovem chegou e tentou dominar a pessoa de Sidnei. Durante a briga, a vítima começou a esfaquear o assaltante com um canivete e ao ver que o jovem iria conseguir tomar a arma, desferiu duas facadas na vítima. Em seguida, Sidnei realizou os disparos à queima roupa. Depois, a dupla fugiu do local e ficou escondido em um mato, cerca de 2 mil metros do local.

Sidnei confessou a história contada pelo comparsa e comentou que decidiram sair somente na madrugada desta segunda-feira, porque eles observaram várias viaturas trafegando nas estradas.

Assista o vídeo com os depoimentos dos presos e a declaração do Delegado de Polícia. O vídeo ficará disponível após as 20h00 de hoje.


Fonte: Comando 190

  • Polícia Militar e Civil de Ji-Paraná e Médici prende todos os criminosos que mataram jovem






www.jornalcorreiodovale.com.br