Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Notícia Opinião e Política

03/08/2017 23:53 h

Deputado Lebrão vê travessia do rio Madeira na Ponta do Abunã comprometida com a seca

Deputado vê travessia do rio Madeira na Ponta do Abunã comprometida com a seca

Deputado Lebrão demorou mais de três horas e meia para atravessar e a fila de espera é quilométrica  

É das mais críticas a situação dos proprietários de veículos que necessitam atravessar o rio Madeira, na Ponta do Abunã, devido a seca. Hoje (2) o deputado José Lebrão (PMDB), que tinha compromisso em Vista Alegre, demorou três horas e meia para atravessar o rio devido a estiagem e as mínimas condições de navegação das balsas.

Segundo Lebrão, a situação está a cada dia mais grave, porque não chove e a travessia de carretas, por exemplo, chega a demorar em média 16 horas, para poder ser concluída. “Os veículos com cargas perecíveis estão tendo enormes problemas para poder chegar ao destino”, argumentou.

O rio Madeira está muito baixo e a dragagem prometida há tempo, pelo governo federal não ocorre. A ponte que está sendo construída no local, “nunca termina” e agora, “temos que enfrentar um a situação crítica, como agora, onde o tráfego de uma rodovia federal fica comprometido devido as péssimas condições de navegação”, disse Lebrão.

Rondônia passa pelo período de verão amazônico (seca), quando durante meses não chove. A previsão de chuvas é para setembro e agora está sendo iniciado o mês de agosto. São necessárias urgentes providências para que seja realizada uma dragagem de emergência no local da travessia das balsas, “sob pena de a ligação com o Acre ficar totalmente comprometida, com reflexos diretos na economia dos dois estados, pois já temos filas quilométricas nos dois lados”, alertou o deputado Lebrão.



Fonte: Assessoria


  • Deputado vê travessia do rio Madeira na Ponta do Abunã comprometida com a seca






www.jornalcorreiodovale.com.br