Seu navegador não tem suporte a JavaScript.

Notícia

Esporte

11/02/2018 13:21 h

Com a casa cheia, Ji-Paraná é derrotado pelo Vilhenense no Biancão

Com a casa cheia, Ji-Paraná é derrotado pelo Vilhenense no Biancão

Já virou tabu. Mais uma vez o Ji-Paraná Futebol Clube frustrou a sua, estreando com derrota no campeonato Rondoniense. Jogando na noite deste sábado (10), no estádio Biancão, perdeu por 2 x 1 para o Vilhenense Esportivo Clube, em partida valida pela rodada de abertura do Estadual 2018. Um público de aproximadamente 2 mil pessoas compareceram ao estádio, mas quem fez a festa no final foram menos 50 torcedores do Vilhenense.

Sem poder contar com o Tardelli (contundido) e Vinícius Carioca com a documentação ainda travado, o Ji-Paraná teve ainda a ausência do volante Júnior “Ji-Paraná, se recupera de uma ruptura do músculo na coxa direita. O técnico Tiago Batizoco optou por com Tukinha suprindo a vaga do meio de campo e o jovem Nilsinho no ataque.

As mudanças não foram felizes, deixando o time do Ji-Paraná bastante travado e sem conjunto. Na primeira etapa a equipe abusou das entradas fortes, contribuindo para um jogo truncado e de pouca bola rolando. Demonstrando experiência e querendo minar a calmo do time da casa, a equipe visitante valorizou a catimba.

O jogo seguiu tenso, com jogadas violenta e revidações.Após segunda paralização por empurra empurras, o árbitro Servilio Patrício expulsou  garoto Nilsinho pelo Ji-Paraná e Vandinho pelo Vilhenense. Com os times reduzidos em campo, o jogo melhorou, começando a surgir boas jogadas.

Aos 45 do primeiro tempo, China bate forte cruzado e a bola entra no ângulo esquerdo do gol defendido por Roger Paranhos, Vilhenense 1 x 0. A equipe visitante nem teve tempos de comemorar direito e o J-Paraná respondeu com Assis entrando na área mas concluindo para fora. O Jipa manteve a pressão e aos 47 jogado novamente Assis tenta, no rebate Tukinha entra na área e bate forte no alto, 1 x 1, placar do primeiro tempo.

As equipes  voltaram do intervalo determinados na busca pelo resultado e foi o Vilhenense quem se deu bem. O garoto Mateus Maritaca que entrou no lugar de Rob, não consegue marcar e o time  caçula do Estadual invade a área com toque de bola. Leandrinho só tem o trabalho de completar para a rede, colocando novamente o Vilhenense em vantagem, 2 x 1 calando o estádio Biancão.

Visivelmente o Ji-Paraná sentiu o segundo gol sofrido e mesmo com as mudanças feitas pelo treinador Batizoco, sacando o lateral Maranhão e o volante Dick para as entradas de Alisson e Zóy. Somente depois dos 20 minutos finais, com o apoio de sua torcida, o Ji-Paraná começou mostrar reação, criando algumas boas chegadas ao gol adversário, mas sem sucesso nas finalizações das jogadas. O time lutou mas não conseguiu evitar a mais uma derrota na rodada de abertura do Estadual, frustrando a sua torcida que deixou o estádio descontente com a atuação do time.  

Para o técnico Tiago Batizono, foi um foi bom e de alto nível. “Sentimos a falta do Tardelli e do Vínicius, jogadores de área, que fazem o pivô e isso dificultou as ações do Ji-Paraná. O treinador parabenizou a garra da equipe falou da importância de dar sequência no trabalho, lembrando que o campeonato está só começando.

O Ji-Paraná volta a campo no próximo domingo (18) para enfrentar o Vilhena no Estádio Portal da Amazônia.

FICHA TÉCNICA

Ji-Paraná 1 x 2 Vilhenense
Local: Estádio Municipal Antônio Bianco, o “Biancão”, em Ji-Paraná-RO;
Data: sábado – 10/02/ 2018;
Árbitro: Servilio Patricio de Oliveira;
Assistentes: Adenilson de Souza Barros e Sergio Carlos Rodrigues; 4º árbitro: Kleiton Oliveira Gonçalves;
Gols: China aos 45' e Tuquinha aos 47' do 1º tempo; e Leandrinho aos 3' do 2º tempo;
Cartões amarelos: Maranhão e Nick (Ji-Paraná); Lagoa, Téssio e William (Vilhenense);
Expulsões: Nilsinho (Ji-Paraná) e Vandinho (Vilhenense);
O Ji-Paraná FC jogou com: Roger Paranhos; Paulo Luna, Dhonathan, Helbert e Maranhão (Chupeta); Dick, Nick (Zoy), Tuquinha e Rob (Matheus Maritaca); Assis e Nilsinho. Técnico: Tiago Batizoco.
Vilhenense EC: Rodolfo; Fiuza, Douglas, Téssio e William; Wembley (Wellington), Lagoa, Cucaú e Leandrinho (Maikinho); Ariel (China) e Vandinho. Técnico: Rafael Andrade.

Por Chico Limeira



Fonte: da Redação


  • Com a casa cheia, Ji-Paraná é derrotado pelo Vilhenense no Biancão






www.jornalcorreiodovale.com.br